·

Janeiro branco: mês dedicado aos cuidados com a saúde mental

Mente sã, corpo são. Esse é o princípio básico que norteia a busca pela saúde integral do ser humano, unindo a saúde da mente e do corpo. E para discutir o tema, janeiro foi eleito o mês para promover ações preventivas para a saúde mental. Instituído em 2014, por psicólogos de Uberlândia/MG, a iniciativa tem o intuito de contribuir para uma reflexão sobre a qualidade de vida das pessoas.

O primeiro mês do ano foi escolhido por representar, simbolicamente, o recomeço, as reflexões, os desafios e as metas propostas para o novo ano. Janeiro branco é um convite para focar na saúde integral, propondo que as pessoas repensem e reescrevam novas histórias de vida com mais saúde e leveza.

Desde a sua criação, a iniciativa vem ganhando destaque e notoriedade pelo País, e também em diversos pontos do mundo, ressaltando a importância de cultivar hábitos saudáveis, fazer atividades físicas e práticas que proporcionem equilíbrio mental como meditação, bate-papos e atividades artísticas.

Desafios da pandemia

Em especial, devido à pandemia de Covid-19, 2020 apresentou um crescimento significativo ligado ao estresse, transtornos de ansiedade generalizada, depressão, ataques de pânico, fobias e transtornos obsessivos compulsivos. Refletindo diretamente no aumento do consumo de remédios, bebidas alcoólicas e outros entorpecentes catalisados pelo distanciamento social, medos e incertezas causadas pela crise sanitária.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), nos últimos anos, houve um aumento gradativo nos casos de doenças mentais, totalizando mais de 350 milhões de pessoas (aproximadamente 5% da população mundial) acometidas por doenças mentais. Dados da Organização demonstram que a ansiedade atinge 18,6 milhões de brasileiros, e os transtornos mentais são responsáveis por mais de um terço do número total de incapacidades nas Américas.

Atenção aos sinais

Sentimentos como medo, nervosismo, apreensão, angústia e desânimo são considerados normais como reações às situações do cotidiano. Porém, é necessário estar atento à frequência com que essas sensações são vivenciadas e, principalmente, como impactam nas relações sociais e na qualidade vida do indivíduo.

Profissionais da saúde orientam que, ao perceber aumento desses sintomas, o ideal é buscar orientação médica. Outra dica importante é compartilhar as angústias com familiares e amigos, além da prática de atividades físicas, artísticas e lúdicas.

SUS

O Sistema Único de Saúde (SUS) promove a saúde mental por meio do atendimento em diversos equipamentos. O atendimento pode ser iniciado por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBS), instaladas nos bairros, e também nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), unidades de acolhimento e residências terapêuticas.

Mais informações, acesse o site: janeirobranco.com.br #TodoCuidadoConta

Compartilhe com a RARES-NR as ações sociais e ambientais praticadas no seu cartório. Envie fotos, vídeos e informações para o e-mail rares@rares.org.br. Nas redes sociais marque nossos perfis e use a hashtag #JaneiroBrancoRares

Fonte: Assessoria de Comunicação – RARES-NR

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe to our newsletter

Sign up to receive updates, promotions, and sneak peaks of upcoming products. Plus 20% off your next order.

Promotion nulla vitae elit libero a pharetra augue